sábado, 6 de dezembro de 2008

OPERAÇÕES NAVAIS NO ATLÂNTICO II

USS Margaret (SP-527) na Horta em Dezembro de 1917:

Image Credits - Naval Historical Center

*

Chegou à Horta em 5 de Dezembro de 1917, rebocado pelo USS Cythera (SP575), depois de uma viagem que deve ter sido épica.A viagem teve início em 18 de Novembro de 1917 nas Bermudas e o seu destino era Gibraltar, com paragem em Ponta Delgada. Durante a travessia tiveram imensos problemas técnicos, acabando por alguns dos navios terem de rebocar outros com mau mar.O grupo era composto por um conjunto de sete iates civis requisitados e convertidos em navios patrulha pela US Navy, mais um caça-submarinos para entregar à França e um monitor, o USS Hanibal.

As curiosidades deste navio são duas:

- era comandado pelo Comandante Frank Fletcher, que se tornaria célebre já como almirante, no comando de forças navais no Pacífico

- trazia a bordo um homem, Raymond D. Borden, que nos permitiu recordar estes momentos (bem como o dos submarinos) com as suas fotos...



Image Credits - Naval Historical Center

*

Da pesquisa na Net apenas consegui apurar que foi um navio cheio de avarias.

Depois do conjunto de navios terem chegado à Horta, ele por cá ficou pois estava avariado, enquanto os restantes seguiram para Ponta Delgada e depois Gibraltar.

Em Março de 1918 ainda estava em Ponta Delgada, pois foi nessa altura que o Comandante Fletcher foi rendido no comando do navio.

Eventualmente terá conseguido depois chegar a Gibraltar...

Image Credits - Naval Historical Center

*

Comandante Fletcher, comandante do USS Margaret, e o tenente Stuart Greig,comandante do K-6, a bordo deste na Horta. O cão era a mascote do Margaret...


Sobre o USS Margaret:

http://en.wikipedia.org/wiki/USS_Margaret

http://www.history.navy.mil/photos/sh-usn/usnsh-m/sp527.htm


Sobre o Almirante Fletcher:


http://www.ww2pacific.com/fletcher.html


»»»»»»««««««


Pesquisa e texto: António Godinho


Fotos: (US) Naval Historical Center

2 comentários:

Pseudocódigo disse...

E estes continentais ainda dizem que os Açores não servem para nada

Excelente trabalho. Post 5*

6 de Dezembro de 2008 0:30

Táxi Pluvioso disse...

Espero que o americano-áfrico eleito, com tanta alegria, pelos americanos faça uma boa guerra para termos navios no mar e militares dentro deles.

7 de Dezembro de 2008 13:53